Pelotas (RS) repassa R$ 360 mil ao transporte público e anuncia mudanças no setor

A Prefeitura de Pelotas, no Rio Grande do Sul, adotará a partir da próxima segunda-feira, 12 de julho de 2021, mudanças no transporte coletivo urbano quanto ao pagamento da tarifa para usuários do vale-transporte, estudante, cartão cidadão e o repasse financeiro à operadora do serviço.

A intenção do poder público é evitar o reajuste no preço da passagem em pelo menos R$ 0,30 devido ao aumento do óleo diesel o que, segundo a prefeitura, representa 25% dos custos totais da operação dos ônibus.

Desta forma foi adotada a decisão de efetuar um subsídio através da lei 6.913/2021 no valor de R$ 360 mil,  que compreende os meses de maio e junho deste ano, e manter essa ação até pelo menos o mês de agosto.

O cálculo realizado pela prefeitura é de R$ 0,30 por passageiro, cobrindo o valor que seria reajustado.

Até o mês de agosto será avaliado o preço dos insumos como o diesel para determinar qual próximo passo referente ao transporte municipal, mantendo até lá a tarifa de R$ 4.

Outra medida tomada também nessa linha de não aumentar o preço dos ônibus foi de promover mudanças na integração tarifária que em alguns casos, aumentará o valor gasto no transporte.

Para quem usa o vale-transporte, a segunda viagem pela integração será cobrada em 50% do valor, ou seja, debitado R$ 2 reais do saldo.

Já os estudantes agora vão ter que pagar a passagem em sua metade, também no valor de R$ 2.

Nós sabemos que a questão do transporte coletivo urbano é uma das mais complexas, hoje, para as cidades. Em Pelotas, temos nos debruçado sobre o assunto e feito, há um bom tempo, muitos esforços no sentido da manutenção da tarifa. Aprovamos, na Câmara de Vereadores, o projeto de lei que nos permite subsidiar o transporte, por algum tempo, com o objetivo de não prejudicar o usuário. Mas, temos sido obrigados a adotar algumas outras iniciativas, sempre com o mesmo objetivo de manter o sistema qualificado, a custo acessível”, explicou a prefeita Paula Mascarenhas em nota divulgada para a imprensa.

Veja abaixo cada mudança aplicada no transporte.

– Para quem usa o sistema vale-transporte, o segundo deslocamento, pela integração tarifária, passará a ter o custo de 50% da passagem integral.

– Estudantes passam a pagar a passagem, como em todo o país e nos termos da Lei Orgânica do Município, com desconto de 50% da tarifa praticada.

– Usuários do cartão Cidadão e estudantes terão assegurada a integração plena, como nos moldes atuais.

– O subsídio tarifário – aporte financeiro público, repassado para custeio do serviço de transporte coletivo urbano, instituído pela Lei 6.913/2021 – será mantido em R$ 0,30 por tarifa até o mês de agosto, quando haverá nova avaliação da evolução de preços.

fonte

© 2021 Master Transp. de Passag. Ltda. || Avenida Euclides da Cunha, 640 - Vilar dos Teles - São joão de Meriti - RJ || CNPJ.: 29.310.299/0001-62 Insc.Est. isento Tel.: +55 21 3575-1900