O valor deverá ser usado para a renovação de frota. A quantia é equivalente a pouco mais de 85 ônibus novos e vai ser fornecida até dezembro deste ano às companhias. Com a queda de demanda e o fechamento do comércio, a planilha das empresas também foi afetada e, assim como em outras capitais, as viações foram beneficiadas com esse auxílio para não "estrangular" o transporte coletivo.

 
Agora é aguardar a implementação do benefício e ver os fornecedores de carrocerias e chassis voltando a trabalhar depois de mais de 1 ano "praticamente" sem venderem. fonte

O prefeito de Ribeirão Preto, no interior paulista, Duarte Nogueira, sancionou nesta quarta-feira, 09 de junho de 2021, uma lei que prevê subsídio às empresas de ônibus da cidade e congelamento da tarifa. A Lei 14.571 autoriza um repasse de até R$ 17 milhões ao Consórcio PróUrbano.

A matéria foi aprovada pela Câmara Municipal nesta terça (08), em última votação. Os vereadores incluíram seis emendas no projeto.

No mesmo dia em que a SuperVia - concessionária que opera o serviço de trens urbanos em municípios da Região Metropolitana do Rio - entrou com um pedido de recuperação judicial no Tribunal de Justiça (TJRJ), a Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado (Fetranspor) fez, nesta terça-feira (8), um alerta sobre a incapacidade operacional e demonstrou preocupação com o atendimento à população.

Um projeto de lei da Prefeitura de Ribeirão Preto (SP) que autoriza um repasse emergencial de até R$ 17 milhões ao Consórcio ProUrbano, que gerencia o transporte coletivo da cidade, foi aprovado na sessão da Câmara Municipal na noite desta terça-feira (1º) por 12 dos 22 votos possíveis.

O texto recebeu seis emendas e teve votação da redação final marcada para terça-feira (8). Depois, caso a redação final seja aprovada, vai para sanção do prefeito Duarte Nogueira (PSDB).

A SPTrans solicitou à Prefeitura de São Paulo, em março, mais R$ 2,02 bilhões para o pagamento de subsídios às empresas de ônibus da capital paulista em 2021.

Em ofício assinado eletronicamente pelo diretor presidente da estatal, Valdemar Gomes de Melo, a SPTrans afirma que os R$ 2,25 bilhões que foram aprovados no orçamento municipal para o repasse às empresas de ônibus da cidade são insuficientes para cobrir os subsídios deste ano.

© 2021 Master Transp. de Passag. Ltda. || Avenida Euclides da Cunha, 640 - Vilar dos Teles - São joão de Meriti - RJ || Tel.: +55 21 3575-1900